Carlos Bruno

001.jpg

Carlos Bruno, carioca, iniciou a vida artística em 2014 direto no palco e no cinema. Sua primeira experiência foi no espetáculo “Mas, afinal, quantos somos nós?” de Martha Ribeiro. 

Nesse ano, também estreou como protagonista no curta-metragem “Ocaso” de Bruno Roger, com primeira exibição no VII Janela Internacional de Cinema de Recife, em Pernambuco. Desde então, suas atuações nas câmeras se diversificam e o desafiam cada vez mais, atuando em “El pueblo que Falta” de André Queiroz, “Araguaia Presente" de André Queiroz e Arthur Moura, e “Conservadorismo em Foco” de Filipe Xavier e Arthur Moura, 2018.

A partir de 2019 vem atuando em comerciais de televisão, veiculando em diversas mídias nacionais. Perdigão, Trivago - O2 Filmes. Rexona - Meraki Produções.

Em 2021, atua na série Fim de Comédia dirigida por Jessica Queiroz (Ibejadafilmes), no curta Ônix de Aguinaldo Flor (sagasamafilmes) ambos com estreia prevista para 2022. E no curta Maia de Renata Prado, selecionado para o 3 Gandhara Film Festival no Paquistão.

002.jpg